Views

segunda-feira, 10 de julho de 2023

 El Niño chegou! Será “super” ou não?

– eis a questão INFO >>

De acordo com a National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), sucedendo a La Niña, o El Niño está em curso e a evoluir espacialmente.

O El-Niño é um fenómeno oceano-atmosférico que, ocorrendo de 5 em 5 anos, dá origem a um irregular aquecimento das águas superficiais equatoriais do Pacífico oriental, ou seja, junto à costa oeste da América do Sul. Este fenómeno interfere na dinâmica climática local e mundial, bem como na circulação geral da atmosfera, causando longos períodos (muito) secos com uma duração de 6 a 15 meses.

O fenómeno em causa ocorreu pela terceira vez nos últimos 130 anos, mais concretamente em 2016 e deu origem ao período mais quente que se conhece no planeta, pelo que acrescido do aumento de temperatura provocado pelas alterações climáticas, poderá provocar novos recordes no presente e no próximo ano, agravando o aquecimento médio global, que no limite da sua ação poderá ser de 2ºC.

Assim, os cientistas esperam que tenha impacte significativo nas condições climáticas extremas no final do presente ano, e sobretudo em 2024, incluindo ciclones tropicais, chuvas fortes na América do Sul e secas na Austrália.

De facto, a perceção generalizada nos últimos anos de mudanças climáticas provocadas, aumenta as preocupações das populações para o crescente impacte (muito) negativo que este fenómeno pode provocar, pelo que se torna importante estudar a sua periodicidade como forma de atuar preventivamente e tentar precaver atuações que ajudem a diminuir esta problemática.

Numa altura em que a atenção do mundo está centrada em problemas económicos e bélicos que assolam a humanidade, não podemos esquecer que esta enfrenta uma outra “guerra” com o planeta e com o clima, mais uma vez com acentuada influência antrópica, que assume cada vez mais contornos catastróficos. É imperativo escutar os apelos da comunidade científica e assumir comportamentos que ajudem a minimizar o impacte de fenómenos naturais como os do El Niño.


Fontes consultadas:

https://search.usa.gov/search?utf8=%E2%9C%93&affiliate=noaa.gov&query=el+ni%C3%B1o

https://www.publico.pt/2023/06/09/azul/perguntaserespostas/el-nino-chegou-sera-super-nao-eis-questao-2052750

https://www.ipma.pt/pt/educativa/faq/meteorologia/previsao/faqdetail.html?f=/pt/educativa/faq/meteorologia/previsao/faq_0010.html

https://www.bbc.com/portuguese/geral-50207541

Lara Carvalho, 14 – 8A
José Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário

PELOURINHOS PORTUGUESES E A MALHA ADMINISTRATIVA NACIONAL  O grupo de História e Geografia de Portugal (HGP) apresenta a Exposição “Pelourin...